Estudos de Ufologia

Estudos de Ufologia
Quem Somos?

Sejam bem vindos ao Estudos de Ufologia

Bem amados Irmãos sejam bem vindos ao Estudos de Ufologia,
Interessados no assunto para troca de informações,serão aceitos tambem,desde que respeitando o codigo de ética na conduta ufologica,É sob o Código de Ética que as instituições ufológicas devem tomar cuidado na escolha de testemunhas,a fim de evitar que pessoas não credenciadas venham a expor temas ou casos que confundem o público e não trazem benefício algum à Ufologia.O investigador deve ter a consciência de que,através de uma pesquisa ufológica,realizada com observância das normas e técnicas que regem a Ufologia,e uma vez constatado o fato ufológico,as informações e conhecimentos obtidos poderão vir a modificar as estruturas política,econômica,financeira,religiosa,social e filosófica do planeta.
Pois assim esta Página Trará, todo o Cabédal de Conhecimentos sobre a Ufologia. enrriquecendo nossos conhecimentos, e abrindo nossas mentes para novos orisontes que estão se revelando para nós, por meio de amigos e Irmãos de outros Planetas e Estrelas de outras Galáxias etc....

Estudos de Ufologia

Estudos de Ufologia
Quem Somos? De onde Viemos e Para onde Iremos?

sexta-feira, 11 de julho de 2008

Estudos de Ufologia

EM BUSCA DE UM ANTIGO "SOFTWARE"

"Um dos fenômenos da história egípcia é que a escrita não parece ter se desenvolvido lentamente, como é o caso das outras culturas. Em um momento ela não existia; então, subitamente, de fato quase que da noite para o dia, a escrita apareceu plenamente desenvolvida. Os mais antigos vestígios remontam há bem antes do começo da Primeira Dinastia, cerca de 3100 anos Antes de Cristo"

(Joseph & Lenore Scott - egiptólogos, escritores e filólogos)

Atendendo a pedidos de alguns dos nossos visitantes, estamos mostrando, na imagem acima, alguns caracteres principais do alfabeto (básico) dos hieróglifos egípcios - a forma de comunicação escrita mais inteligente e avançada de toda a antigüidade conhecida. Obviamente, ela somente poderá ser utilizada para ler os textos, uma vez que a tradução das palavras irá requerer o devido conhecimento do vocabulário egípcio arcaico, que por sinal é bastante extenso.

Mas, se você deseja começar nesse fascinante estudo tente, baseado na tábua acima, traduzir o nome contido neste cartucho. E aqui vão três dicas: a primeira: por estar contido em um cartucho, trata-se de alguém que pertenceu à realeza. E o sinal determinativo do "ovo", na extremidade inferior direita, significa que é um nome feminino. A segunda: comece sempre a leitura pelo lado para o qual as figuras estão voltadas - neste caso, da esquerda para a direita. A terceira: o quarto sinal, embora não esteja contido na tábua demonstrada, corresponde à pronúncia da nossa letra "O".

Um pequeno exemplo, extraído do "Livro dos Mortos", lido no egípcio arcaico e vertido para o Inglês: "Levantai da não-existência ó prostrado. Vossa cabeça ergue-se sobre eles no horizonte exaltado. Derrotareis vossos inimigos, triunfareis sobre tudo aquilo que façam contra vós". - É uma das chamadas "maldições" . Porém, algo que se torna bastante estranho no intrincado alfabeto egípcio é o fato de várias figuras diferentes significarem a mesma coisa. Como se estivessem dispostas em códigos..... Sinais que, guardadas as devidas proporções, muito se assemelham à nossa linguagem de computador!!! Não é de todo, pois, impossível que o TRIPLO SENTIDO dos hieróglifos, assim como confirmam as Antigas Tradições, seja mesmo uma linguagem cifrada, altamente avançada e quem sabe originária de entidades e inteligências extraterestres, apta a ser, um dia qualquer e quando os tempos finalmente estiverem maduros, inteiramente decodificada e entendida no seu verdadeiro e talvez muito surpreendente significado!

Obviamente você não vê, porém quando uma tela se abre no monitor do seu computador; quando a sua mão digita algo no teclado ou mesmo quando é executado um programa qualquer, tudo estará contido em uma tecnicamente chamada "linguagem de máquina", composta por variados símbolos que, ao serem devidamente lidos e decodificados, trazem à vida, verdadeiramente ressuscitando, os seus maravilhosos significados - ocultos e praticamente ilimitados - bastando apenas e tão-somente que sejam acionados através dos métodos apropriados!

Nada de novo sob o Sol!..... Uma seqüência de símbolos agrupados - igualmente verdadeiros "hieróglifos do futuro" - está presente em uma "linguagem de máquina", responsável pelo acionamento dos nossos modernos computadores. Nesses sinais, ininteligíveis para o leigo, existem gravados os programas que de maneira ilimitada e incomensurável poderão conter todos os conhecimentos humanos, se assim desejarem os seus programadores. Na imagem acima, você vê alguns caracteres da linguagem ASCII. Portanto, qualquer inteligência superior chegaria inevitavelmente à sintetização de informações através de uma linguagem simbólica e sobretudo compacta, apenas decifrável através de um processo qualquer de decodificação. Dessa forma, as misteriosas escritas do passado, notadamente a egípcia até a XVIII Dinastia, podem muito bem ter sido verdadeiros "programas" deixados pelos nossos iniciadores cósmicos, ou antepassados superiores, aptos a serem redescobertos e desvelados em algum ponto do nosso futuro, quando algum gênio obtiver, ou redescobrir, a correspondente chave que possibilitará a sua interpretação - quem sabe convertendo-os para as nossas atuais "linguagens" de computadores! Impossível? Não, decididamente NÃO! Em se tratando de Realismo Fantástico - e tal como o seu próprio nome bem o diz - tudo, TUDO MESMO faz parte do real embora seja fantástico, tornando-se, no seu devido tempo, maravilhosa e perfeitamente possível!

E como o assunto é oportuno, o CD ROM, certamente um dos grandes e mais espetaculares avanços na preservação de dados e imagens, segundo algumas denúncias, teria sido obtido a partir de tecnologia alienígena, não se sabendo exatamente se conseguida a partir daquilo que foi recolhido nos destroços de OVNI acidentados ou então mediante a estreita cooperação de entidades alienígenas com cientistas e militares das nossas grandes potências mundiais. Algo que poucas pessoas sabem é que SOMENTE umas poucas organizações detêm a patente e o monopólio da fabricação de uma substância inteiramente nova e cuja fórmula é totalmente secreta e desconhecida, denominada "Fitohalocianino" - fotossensível, uma vez que interage com o facho do laser óptico de leitura, e diretamente responsável pela confiabilidade dos dados lidos e gravados, a qual recobre toda a substância da unidade CD. Todos os fabricantes dessa mídia são obrigados a comprá-la nessas organizações e, dependendo da concentração química utilizada na sua fabricação, os discos de CDs terão maior ou menor qualidade. Sem dúvida, e tal como nos lembra o velho dito popular, onde há a fumaça existirá certamente uma enorme possibilidade de fogo.... É, ou não é, de fato, bastante estranho?

Agosto de 2002: às margens do Rio Tâmisa, Inglaterra, foi encontrado o crânio de um homem que viveu na chamada Idade do Bronze - há cerca de quatro mil anos - e bastante "diferente" de todos os demais. Para espanto dos arqueólogos foi constatado que o seu antigo proprietário sofrera uma bem sucedida intervenção médica, já que este crânio apresenta bem ao centro uma abertura CIRÚRGICA de 4,5 por 3 cm através do qual um pequeno pedaço de osso que causara uma lesão foi retirado, segundo a arqueóloga Dra. Jane Sidell, "enquanto o paciente ainda estava vivo"! Aliás, trepanações desse tipo eram praticadas com pleno êxito pelos hábeis cirurgiões desde o Antigo Egito e até mesmo nas civilizações pré-colombianas!!! De onde vieram, portanto, o instrumental necessário, todas essas técnicas e, principalmente, QUEM ensinou isso a eles? (FOTO: AP)

Sim, são todas elas, sem exceções, mensagens silenciosas que viajam através dos tempos e somente destinadas àqueles poucos que ainda têm os olhos para ver, os ouvidos para escutar e o necessário entendimento para entender! Estão nos símbolos; nas esculturas; nas imagens. Algumas representam não aquilo que os ortodoxos conformistas de maneira cômoda e simplista rotulam, mas, sim, coisas muito mais elevadas. como por exemplo os imponentes obeliscos do Antigo Egito (nas suas antigas tradições denominados de "os tronos dos deuses solares") - jamais "exteriorizações de vaidades de faraós ou meramente símbolos fálicos" mas, SIM, as estilizações metafóricas das antigas espaçonaves que um dia trouxeram àquela civilização os seus primeiros Mestres e também os Grandes Iniciadores da espécie humana!

Foi, aliás, uma forma, digamos mais moderna, de os posteriores governantes relembrarem e reverenciarem esse fato, essa realidade histórica, uma vez que em muitas dinastias anteriores (assim como já vimos em uma outra página deste Site) na antiga cidade egípcia de Kush, esse incrível mural nos mostra tudo - toda essa espantosa verdade - através da sua silenciosa linguagem. E de maneira muito mais explícita; intensamente óbvia, inquestionável.... Evidente!

Assim é, assim está escrito! Em todas as milenares terras por onde estiveram os antigos "deuses", por certo existirão mensagens, por certo existirão profundíssimos segredos. Tal como na velha Índia, com o seu misterioso alfabeto Sânscrito, até as margens banhadas pelo sagrado Nilo, há verdadeiramente o Triplo Sentido, adormecido ainda, esperando apenas que neste muito promissor Terceiro Milênio surja um novo decifrador, um novo Champollion que desvende os mistérios escondidos nesses caracteres que certamente terão muito a nos dizer quando devidamente revividos - exatamente no processador e na memória de uma máquina, somente agora nos modernos tempos redescoberta. E bastante semelhante a uma outra infinitamente mais avançada que já existiu, outrora, em mundos muito, muito mais distantes deste!

Um comentário:

Sérgio disse...

Este Blog constitui um plágio, simples cópias de imagens e textos de varias páginas do meu site:
www.dominiosfantasticos.xpg.com.br

O que não foi autorizado por mim.

Solicito que retirem tais páginas ou então citem a fonte, uma vez que tal ato constitui violação de propriedade inetelectual

Sérgio O. Russo