Estudos de Ufologia

Estudos de Ufologia
Quem Somos?

Sejam bem vindos ao Estudos de Ufologia

Bem amados Irmãos sejam bem vindos ao Estudos de Ufologia,
Interessados no assunto para troca de informações,serão aceitos tambem,desde que respeitando o codigo de ética na conduta ufologica,É sob o Código de Ética que as instituições ufológicas devem tomar cuidado na escolha de testemunhas,a fim de evitar que pessoas não credenciadas venham a expor temas ou casos que confundem o público e não trazem benefício algum à Ufologia.O investigador deve ter a consciência de que,através de uma pesquisa ufológica,realizada com observância das normas e técnicas que regem a Ufologia,e uma vez constatado o fato ufológico,as informações e conhecimentos obtidos poderão vir a modificar as estruturas política,econômica,financeira,religiosa,social e filosófica do planeta.
Pois assim esta Página Trará, todo o Cabédal de Conhecimentos sobre a Ufologia. enrriquecendo nossos conhecimentos, e abrindo nossas mentes para novos orisontes que estão se revelando para nós, por meio de amigos e Irmãos de outros Planetas e Estrelas de outras Galáxias etc....

Estudos de Ufologia

Estudos de Ufologia
Quem Somos? De onde Viemos e Para onde Iremos?

domingo, 24 de agosto de 2008

Estudos de Ufologia
QUANDO O PASSADO DESPERTA DO SEU SONO

"A era pioneira da Arqueologia já passou. Entretanto, seria um erro presumir que as tarefas da Arqueologia diminuiram mercê da riqueza de consecuções já obtidas. Novos desenvolvimentos da Ciência enriqueceram o aparelhamento e os métodos dos arqueólogos. A pá talvez continue sendo o símbolo do escavador; mas a Arqueologia moderna também se utiliza de aviões, equipamentos de mergulho e até da Física Atômica"

(C.W. Ceram)

Nesta impressionante foto AFP, vemos a proa submersa do Titanic, o colosso da indústria naval britânica que afundou na sua viagem inaugural em 1912 ao colidir com um iceberg no Atlântico Norte, matando 1513 passageiros naquele que foi considerado o maior desastre naval da História contemporânea. O misterioso mar guarda certamente muitos dos seus segredos e o novo ramo da moderna Arqueologia Submarina já começa a manifestar o seu interesse nesse campo muito vasto e promissor. Segundo a UNESCO, existem cerca de 3 milhões de navios conhecidos naufragados pelos vários oceanos do planeta, além de inúmeras cidades que foram tragadas pela fúria do mar - tal como Port Royal, Jamaica, desaparecida em 1692.

Aqui, um mergulhador examina os destroços de um navio submerso que foi pertencente à frota do Imperador francês Napoleão Bonaparte. (FOTO: Reuters)

Nesta outra foto (AP), vemos mergulhadores resgatando uma ânfora submersa em perfeito estado de conservação, cuja antigüidade foi estimada em 900 anos! Contudo, coisas muito mais antigas aguardam ainda pelos seus intrépidos desbravadores.....

Aqui você vê uma reprodução aproximada daquilo que teria sido o famoso Farol de Alexandria, Egito, a Sétima Maravilha do Mundo e, depois da Grande Pirâmide de Gizé, considerada a segunda mais alta construção do mundo antigo! Obra do genial arquiteto Sóstrato de Cnido e concluída por volta do ano 280, atingia a altura de 120 metros e era todo revestido de mármore grego com elementos decorativos em bronze. No topo dessa colossal estrutura queimava à noite uma grande chama que indicava aos navegantes, a milhas de distância, a direção do porto. Toda a antiga cidade de Alexandria foi tragada pelo mar em fúria, após um violento terromoto ocorrido no ano 798, sepultando nas profundezas imensos e inestimáveis tesouros arqueológicos que somente agora começam a ser descobertos!

Aqui, um outro mergulhador examina uma placa contendo inscrições hieroglíficas, precisamente nas ruínas submersas de Alexandria. (FOTO: Reuters)

Ainda neste vasto sítio arqueológico de Alexandria, o arqueólogo se defronta com uma esfinge submersa. As buscas incluem o fabuloso palácio de Cleópatra, cujos supostos vestígios estão há dois anos sendo explorados pelo pesquisador francês Frank Goddio. Este arqueólogo, por sinal, foi o descobridor das ruínas submersas da antiga cidade egípcia de Heracliom, erguida durante a ocupação greco-romana, a qual era considerada "uma simples lenda" e cuja antigüidade foi estimada em mais de 2 mil anos!

Também no Mar Mediterrâneo, e ainda na região do Egito, a Arqueologia Submarina encontra inúmeras surpresas - tal como esta cabeça de uma estátua muito mais antiga e originária do Século VI Antes de Cristo! (FOTO: Reuters). Nos oceanos do mundo inteiro existem tesouros além de qualquer imaginação. Somente nas costas brasileiras existem desde as mais remotas épocas históricas nada menos que 11 mil navio naufragados, além de várias ruínas de antigas cidades supostamente "indígenas", as quais se devidamente exploradas poderão trazer à luz espantosas revelações no que tange à desde muito suspeitada existência de evoluídas civilizações..... No mais remoto, distante e esquecido passado deste pequeno planeta!

Sim, o maravilhoso reino azul do antigo Deus Poseidon guarda os seus segredos, as suas magias, seus sortilégios. Muita coisa ainda resta a descobrir para além, para muito além, do limitado e restrito território onde se situa e reside a sempre conformista e estática História clássica. Nesse reino ainda desconhecido e ainda muito pouco explorado dormem nas suas profundezas as ruínas dos perdidos continentes da Lemúria, da Atlântida (também consideradas como "simples lendas") e quem sabe muitos outros cujas existências nem sequer podemos visualizar mesmo nos nossos sonhos mais ousados. Nós, os que buscam a verdade, somos no entanto pacientes, muito pacientes..... Até porque não está mesmo escrito que Tudo será no seu devido tempo?

Contudo, não é somente no misterioso mar que ainda existem muito mais coisas a descobrir. A Mãe-Terra também esconde os seus segredos! Quando se pensava que nada mais restava a descobrir no Vale dos Reis, o egiptólogo Dr. Kent Weeks, da American University, deparou-se com uma porta selada e efetuou aquela que seria a mais importante descoberta arqueológica da sua vida: um imenso corredor, contendo em cada lado 10 portas, e ao final uma enorme estátua de Osiris - "O Senhor da Eternidade" (Foto). Porém, a maior de todas as surpresas estaria por vir: este era o sepulcro coletivo e inviolado de 50 múmias, todas relativas à inúmera prole do faraó Ramsés II. Este, aliás, foi o faráo mais "desportista" da antigüidade, uma vez que morreu muito velho porém deixando nada menos que 100 (cem!) filhos com várias das suas dezenas de esposas. Escavações posteriores revelaram a existência de mais dois corredores, cada um deles com 16 outras portas seladas. E os arqueólogos acreditam que ainda possa existir um outro nível, situado bem mais profundamente e abaixo deste vasto complexo, onde talvez todas as múmias dos demais filhos daquele faraó possam vir a ser encontradas!

Enquanto isso prosseguem na Grande Pirâmide de Gizé as tentativas, lideradas pelo arqueólogo do Supremo Conselho de Antigüidades do Governo Egípcio, Zawi Hawass, de penetrar na câmara selada recentemente descoberta na sua colossal estrutura. A introdução de um robô dotado de uma câmera de filmagem no interior de uma abertura situada no gigantesco bloco de calcário que veda a sua entrada, resultou infrutífera uma vez que tal equipamento visualizou (o que aliás é bem no estilo do Antigo Egito e que sempre foi feito pelos seus geniais arquitetos de modo a afastar os curiosos e os profanadores) somente uma outra antecâmara, com 65 metros de extensão (Foto AP), vazia e além de tudo vedada por outro colossal bloco de calcário - contendo, assim como o anterior, duas maçanetas de cobre e ainda uma abertura circular na sua parte inferior! Frustrados, os arqueólogos estudam, através de novas técnicas que podem levar até um ano, outras formas de tentar inserir a câmara neste outra abertura de modo a descobrir que imensos segredos escondem essa misteriosa edificação, uma vez que não existe tecnologia suficiente para alcançar e remover esses pesadíssimos obstáculos!

Recentes pesquisas arqueológicas subterrâneas, efetuadas na Alemanha, localizaram em um sítio arqueológico um surpreendente disco moldado em OURO (foto), que foi batizado de "O Disco Estelar de Nebra". Esse estranho artefato foi considerado, segundo os arqueólogos, como "A mais antiga representação do firmamento, baseada em observações astronômicas PRECISAS" (o grifo é nosso). Note-se que a Lua é representada, bem como as estrelas e a Terra - onde aliás se pode ver a nítida demarcação de um continente que sobressai em meio a outros ( e que, dado ao seu posicionamento, coincide com as tradições sobre a Atlântida). Vejamos, então, quais os detalhes que o tornam absurdamente surpreendente: Primeiro - quem elaborou tal artefato detinha avançadas técnicas de metalurgia e trabalhava com o ouro. Segundo - sabia que a Terra era esférica! Terceiro - e qual a procedência desse espantoso achado? Como já dissemos desde um sítio arqueológico, assim como tantos outros, porém cuja antigüidade remonta .... AOS TEMPOS DITOS PRÉ-HISTÓRICOS!!!

Esta é a árida e impressionante paisagem do Deserto de Gobi, situado entre a China e a Mongólia, onde comprovadamente existem as ruínas ainda inexploradas de uma vasta, evoluída e muito antiga civilização. Essas ruínas estão literalmente vitrificadas, o que sugere a ocorrência de uma explosão nuclear, talvez originária de uma guerra muito antiga que a destruiu...... Isso há muitos milênios de anos atrás, quando teoricamente não existiam artefatos bélicos desse tipo! Sabe-se que no Século XIX alguns arqueólogos ali encontraram certas placas em ouro contendo um alfabeto inteiramente desconhecido, as quais, segundo alguns pesquisadores, provavelmente diziam respeito a uma colônia do perdido continente lemuriano! Essas placas, algumas das quais foram recolhidas aos mosteiros tibetanos, de acordo com traduções efetuado pelos monges (que certamente conhecem não só vários segredos, como também a decifração dos antigos alfabetos perdidos), falavam a respeito de certos "senhores do mundo chegados do céu", originários de um planeta situado ao redor da estrela Sirius, igualmente relatando aspectos da história da humanidade antes de um grande cataclismo!

Faz sentido....Tudo faz sentido! O que você vê acima é um trecho do extenso manuscrito denominado "Tuen Huang", descoberto na China. O que diz ele? A vinda dos deuses à Terra, desde o "alto do céu"; a colonização do nosso planeta; o reinado deles sobre os homens e também encarniçadas batalhas na disputa por essa supremacia. Finaliza dizendo que um desses deuses "regressou corporalmente ao céu". Não é mesmo muito esclarecedor? Sim, esclarecedor até demais! E como pode alguém "regressar corporalmente ao céu" a não ser que se utilize de um meio de transporte apropriado?

Um comentário:

Sérgio disse...

Este Blog constitui um plágio, simples cópias de imagens e textos de varias páginas do meu site:
www.dominiosfantasticos.xpg.com.br

O que não foi autorizado por mim.

Solicito que retirem tais páginas ou então citem a fonte, uma vez que tal ato constitui violação de propriedade intelectual

Sérgio O. Russo