Estudos de Ufologia

Estudos de Ufologia
Quem Somos?

Sejam bem vindos ao Estudos de Ufologia

Bem amados Irmãos sejam bem vindos ao Estudos de Ufologia,
Interessados no assunto para troca de informações,serão aceitos tambem,desde que respeitando o codigo de ética na conduta ufologica,É sob o Código de Ética que as instituições ufológicas devem tomar cuidado na escolha de testemunhas,a fim de evitar que pessoas não credenciadas venham a expor temas ou casos que confundem o público e não trazem benefício algum à Ufologia.O investigador deve ter a consciência de que,através de uma pesquisa ufológica,realizada com observância das normas e técnicas que regem a Ufologia,e uma vez constatado o fato ufológico,as informações e conhecimentos obtidos poderão vir a modificar as estruturas política,econômica,financeira,religiosa,social e filosófica do planeta.
Pois assim esta Página Trará, todo o Cabédal de Conhecimentos sobre a Ufologia. enrriquecendo nossos conhecimentos, e abrindo nossas mentes para novos orisontes que estão se revelando para nós, por meio de amigos e Irmãos de outros Planetas e Estrelas de outras Galáxias etc....

Estudos de Ufologia

Estudos de Ufologia
Quem Somos? De onde Viemos e Para onde Iremos?

domingo, 24 de agosto de 2008

Estudos de Ufologia
SHOCKING III - Acredite.... Se quiser!

"Os antropólogos e os arqueólogos revelam-se freqüentemente céticos perante as novas descobertas.... Principalmente quando elas não se ajustam às teorias existentes"

Surpreenda-se! Você vê nessa ilustração exatamente o quê? Se respondeu que era uma casa tipicamente egípcia acertou em cheio! Ou você pensou que os habitantes daquela evoluída civilização habitavam choças e casebres de barro cozido? Conforme as escavações arqueológicas revelaram em Tell-el-Amarna, as residências das classes média e nobre egípcia foram a base de toda a moderna arquitetura! Examine com bastante atenção a ilustração acima. Comecemos pela extremidade esquerda e sempre de cima para baixo: um belo jardim contendo palmeiras, tamareiras e outras árvores ornamentais; logo abaixo um lago ou piscina; a capela familiar e até a guarita do vigia. Na parte central: o poço; a enorme residência composta por duas salas e vários quartos, sustentando por belas colunas a LAJE superior contendo outros aposentos à qual se tinha acesso por intermédio de uma escada em JIRAU; separada por uma divisão, estavam os banheiros e lavatórios; e na parte inferior os silos que estocavam cereais. Na extremidade direita: os quartos da criadagem; as cozinhas; os estábulos e a "garagem", destinada à guarda das carruagens. Além disso, todas as residência eram cercadas por muros! Nas outras áreas mais populosas as casas eram altas, estreitas e juntas - chegando mesmo a atingir três ou quatro andares!!! E saiba que essas casas tinham água corrente, esgotos sanitários (eles inventaram a fossa séptica), ventilação planejada e etc...

E saiba também que se hoje você usa espelhos, chaves, fechaduras, pentes, mesas, cadeiras, pratos e talheres, velas e muitas outras utilidades, deve agradecer ao Antigo Egito. Até mesmo o vidro, cuja invenção é erroneamente atribuída aos fenícios, era um produto tipicamente egípcio - os fenícios simplesmente o comercializavam! Aliás, a tecnologia "Made In Ancient Egypt" não se resumia unicamente à arquitetura e às mais diversas utilidades domésticas. Eles até foram os precursores dos cosméticos. E também, explorando a eterna vaidade feminina, imperava no Egito uma próspera indústria, de fazer inveja à moderna AVON: sombras para os olhos, tinturas para cabelos (à base de Hena), perfumes, batons, espátulas para pinturas, jóias e muitas outras coisas mais que faziam a alegria das damas e, por certo, o inevitável desespero dos maridos na hora de pagar as contas!

Aliás, as mulheres tipicamente egípcias eram realmente belíssimas, sedutoras e extremamente atraentes - assim como nos provam as esculturas, os mais diversos murais e também as antigas crônicas. Tanto as da misteriosa raça branca quanto as morenas - estas aliás, e para usar uma expressão popular, "para ninguém botar defeito"!

O filme "Cleópatra", antiga super-produção de Hollywod, estrelada por Richard Burton e Elisabeth Taylor (foto), imortalizou um mito existente desde a antigüidade, versando sobre a tão decantada beleza daquela rainha por muitos considerada "egípcia". Elisabeth Taylor, com a sua rara beleza, realmente "marcou presença" naquele espetáculo....

Entretanto, não se pode dizer o mesmo de Cleópatra - cujo busto (foto) está exposto no Museu Britânico e podemos ver que, ao contrário do que muitos julgam, "não era lá essas coisas"! Para começar, nem egípcia ela era mas, sim, macedônia. Proveniente de uma linhagem dinástica que governou o Egito por longo tempo após a invasão e o domínio de "Alexandre o Grande", extremamente inteligente e ambiciosa, essa rainha, cujo nome verdadeiro era Kleopatrat Filopator VII, usava de todos os artifícios para conquistar o poder - e nos seus sonhos de grandeza ambicionava um reinado ainda maior e muito mais poderoso! Extremamente culta (falava diversos idiomas e até mesmo o egípcio arcaico que tinha se perdido com o tempo) e também versada nas antigas artes secretas de magia do Antigo Egito, diz-se que seu poder de atração que tanto seduzia os homens não estava na beleza e tampouco no corpo, mas sim na VOZ - a magia dos sons, uma eficiente feitiçaria de encantamento através do poder do VERBO! E assim parece ter sido: Júlio Cesar, o poderoso imperador romano, sucumbiu aos seus encantos, da mesmo forma que Marco Antonio. Ambos foram levados à ruína e à morte pelas mãos dos seus próprios e insatisfeitos compatriotas. Cleopatra ambicionava assim reunir o Egito com Roma e, portanto, tornar-se a rainha absoluta daquele que seria na época o maior império do planeta. Seus planos, porém, foram frustrados quando tentou seduzir o terceiro imperador, Otaviano Augusto - que parece ter sido imune à sua magia ou então era, como vulgarmente se diz, "alérgico a mulheres", já que não cedeu aos "sons mágicos" e aos insistentes apelos eróticos da governante egípcia, até mesmo planejando levá-la a Roma em triunfo, não como sua rainha mas como um troféu de guerra acorrentado e desfilando diante da plebe. Ao saber desses planos, numa atitude que então seria digna de uma rainha egípcia ela cometeu o suicídio, preferindo a morte ao invés dessa desonrosa humilhação.

Mas, vamos parar de "fofocas históricas" e voltemos aos nossos mistérios. E por falar em rosto, preste atenção nesse insólito monumento que está situado nas chamadas "Sete Cidades de Pedra", no Estado do Piauí - Brasil! Note-se os olhos, o nariz e a boca deste misterioso personagem que foi retratado há milhões de anos naquele impressionante complexo arqueológico!

Mais outra foto mostrando detalhes da milenar e além de tudo espantosa cidade-enigma, denominada PETRA - situada após a Garganta de El-Sik, nos Rochedos de Hor, entre o Mar Morto e o Mar Vermelho. Um estilo arquitetônico completamente desconhecido na antigüidade, aliado à misteriosa identidade dos seus construtores, causa surpresa principalmente porque se trata apenas de uma gigantesca fachada - teoricamente "nada mais existindo que rochedos atrás dos seus portais"! E o mais surpreendente é que até hoje ninguém se deu ao trabalho de explorar quais profundos mistérios e segredos dos tempos passados e esquecidos certamente se esconderiam exatamente nesses enormes rochedos, demarcados por essa obra gigantesca e suntuosa - que obviamente não poderia ter sido feita à toa ou ainda como mero objeto decorativo! Aliás, as tradições dos nômades árabes dizem que ali estaria guardado um "fantástico tesouro dos tempos esquecidos da humanidade"!

E veja também esta curiosa estatueta encontrada em meio às ruínas da Civilização Maia..... Uma bizarra criatura pilota uma espécie de aeronave!!!

Em 1980, ao ser explorada uma mina de carvão desativada na Pensilvânia, EUA, foi encontrado um estranho esqueleto profundamente enraizado nos veios rochosos que remontam há milhões de anos! Na foto, você vê a parte superior do seu crânio que emergiu em meio às escavações posteriores efetuadas pelos arqueólogos. Dessa posição já dava para notar que se tratava de algo insólito.....

...... Como de fato!!! Eis aqui inteiramente revelado o crânio daquela inacreditável criatura! E, vejam bem, não se tratava de um animal e sim de uma criatura bípede, pois também estavam nos veios carboníferos os seus ossos do fêmur e da tíbia - que por sinal foram encontrados em perfeito estado! Sua idade foi estimada em cerca de 280 milhões de anos e (como sempre) o Smithsonian Institute recusou-se a examinar e fornecer o parecer sobre os restos dessa bizarra criatura, que por sinal acham-se atualmente "desaparecidos".

E será que as famosas Amazonas, as mulheres guerreiras existiram mesmo? A resposta é: tudo indica que SIM! E até mesmo os antigos gregos sabiam da existência delas, conforme podemos ver neste afresco. Aliás, os conquistadores espanhóis ouviram dos Incas, dos Aztecas e também dos poucos remanescentes Maias vária referências a elas. E lembremos que o Estado brasileiro do Amazonas tem este nome justamente numa alusão a esta perdida tribo de indomáveis mulheres guerreiras, que, de acordo com alguns registros históricos chegaram mesmo a manter confrontos armados, violentos e ferozes combates, com algumas unidades espanholas de conquista.

Não; decididamente as incríveis evidências atestam que não se trata de uma simples lenda! Essa milenar, intrigante e além de tudo bela, pintura rupestre foi encontrada em Brandberg, sudoeste da África, e nos mostra duas dessas estranhas mulheres guerreiras. Note-se as suas feições digamos, "européias" - isso em pleno deserto africano, algo que contraria frontalmente todos os tratados convencionais de Antropologia!!!

Um comentário:

Sérgio disse...

Este Blog constitui um plágio, simples cópias de imagens e textos de varias páginas do meu site:
www.dominiosfantasticos.xpg.com.br

O que não foi autorizado por mim.

Solicito que retirem tais páginas ou então citem a fonte, uma vez que tal ato constitui violação de propriedade inetelectual

Sérgio O. Russo